adirferreiraidiomas@gmail.com

Pagando Mico em Inglês

Hello there!

Se você estuda inglês e já tentou se comunicar com certeza já pagou algum mico. Todo mundo paga! E foi pensando nisso que o prof. Ulisses Wehby de Carvalho escreveu um e-book só com micos que seus leitores pagaram, então escolhi alguns para compartilhar aqui com vocês.

Mas antes, você já pegou seu e-book “Fluente para Sempre” com dicas matadoras para você turbinar seu inglês de uma vez por todas? Clique aqui!

Mico 01 – Que Belo Vestido!

Era a primeira vez que eu viajava aos Estados Unidos. Decidimos almoçar em um restaurante de uma famosa cadeia de fast food. Em vez de pedir hambúrguer, optei por uma Caesar Salad with Grilled Chicken, ou seja, uma Salada Caesar com Frango Grelhado, no intuito de comer de maneira mais saudável. Foi quando a garçonete me perguntou:

– Which dressing, mam? [Qual o molho, senhora?]

Como era verão e eu usava um vestido, respondi:

– Oh, thank you! [Ah, muito obrigada!]

Achei que ela estava fazendo um elogio à minha roupa. Ela, sem dar muita bola para o que tinha acabado de dizer, repetiu a pergunta:

– Which dressing?

Ao perceber que a minha ficha não caía, ela resolveu pegar os sachês de molho para salada e me perguntou bem didaticamente:

– Which dressing? Italian, Blue Cheese or Ranch? [Qual molho: Italiano, Gorgonzola ou Caipira?]

A situação pode até parecer engraçada agora, mas na hora fiquei muito sem graça… e vermelha como um tomate!

MORAL DA HISTÓRIA

Não são raras as confusões entre as palavras dressing (molho) e dress (vestido), principalmente em situações em que estamos em restaurantes e praças de alimentação, onde costuma haver muito ruído. Espero que esse relato sirva para você lembrar que, além de sauce, o termo dressing pode ser usado para dizermos “molho” na língua inglesa.

Mico 02 – Mico na Nova Zelândia

Meus pais viajavam muito. Minha mãe é fluente em inglês e alemão e papai era fluente em alemão e italiano. Seu inglês, porém, era bastante sofrível, assim ele deixava o idioma de Shakespeare para a “patroa”.

Certa vez, eles foram com um casal amigo para a Nova Zelândia e, num determinado dia, decidiram ir conhecer o zoológico para ver o famoso kiwi. Na volta, em vez de tomar um táxi, resolveram pegar o bonde, já que este os deixaria na porta do hotel e era mais “folclórico”. Entraram no veículo, sentaram-se e começaram a conversar nessa nossa língua tão exótica para os de fora. Na próxima parada, sobe no bonde uma velhinha, dessas bem típicas, de boina e guarda-chuva, e se senta ao lado deles. Por não entender nada do que diziam, e não resistindo à curiosidade, ela perguntou:

– Where do you come from? [De onde vocês são?; De onde vocês vêm? (lit.)]

Meu pai, que nunca ousava responder, dessa vez tinha certeza absoluta da resposta. Olhou para a minha mãe, respirou fundo e, cheio de orgulho, respondeu:

– From the zoo! [Do zoológico!]

Não é preciso dizer que a velhinha ficou assustadíssima e só sossegou quando minha mãe corrigiu:

– Sorry, madam, we are from Brazil. [Sinto muito, senhora, somos do Brasil.]

MORAL DA HISTÓRIA

Não devemos confundir Where do you come from? [De onde vocês são?] com Where are you coming from? [De onde vocês estão vindo?].

Mico 03 – É Tudo Bauxita!

Essa situação realmente não aconteceu comigo, mas com um brasileiro encarregado de mostrar a acionistas americanos onde ficavam os platôs de bauxita de uma empresa de mineração. A visita aconteceria nas reservas localizadas na região amazônica, no oeste do Pará. Como o anfitrião não sabia pronunciar bauxite, o discurso dele foi mais ou menos assim:

– Gentlemen, if you look around you, you´ll see bullshit everywhere. On your left is bullshit, on your right is bullshit, in front of you there’s even more bullshit. Everything here is bullshit! And this bullshit is all yours! [Senhores, se olharam à sua volta, verão merda para todos os lados. À sua esquerda tem merda, à sua direita tem merda, à sua frente tem mais merda ainda. Só tem merda aqui! E toda essa merda é sua!]

MORAL DA HISTÓRIA

A pronúncia correta de bauxite é /BÓK sait/. Se tiver acesso à Internet, consulte um dicionário online para ouvir a pronúncia da palavra. A tradução literal de bullshit é “bosta de touro”, mas, em linguagem coloquial, o termo quer dizer “merda” mesmo, no sentido de “bobagem”, “besteira”, “idiotice” e demais sinônimos. A abreviação BS é eufemismo também bastante comum na língua inglesa.

E você, já pagou algum mico falando inglês? Se sim, compartilha com a gente!

Veja também:

Mais 07 Canais do Youtube para Você Aprender Inglês
Curso de Gírias e Inglês Informal
Como Usar as Legendas para Aprender Inglês

RECEBA DICAS GRÁTIS

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Deixe seu Comentário

Adir Ferreira © Todos os Direitos Reservados - 2014 | Desenvolvido por Blueberry - Soluções Digitais