Como TURBINAR seu Listening em 5 Passos

Já baixou seu e-book “Fluente para Sempre” com dicas NINJA pra dar uma turbinada no seu inglês ainda hoje? Clique abaixo e bons estudos!

Hi there, prof. Adir aqui, tudo certo?

Sempre que eu pergunto nos grupos do WhatsApp e Facebook quais são as maiores dificuldades que os alunos apresentam quando vão estudar inglês, o listening ranqueia lá em cima.

Imagina as situações:

– Você já estuda inglês há anos e não consegue assistir um filme sem legendas (e entender pelo menos 70%).
– Você tem dificuldade com a pronúncia, por mais que você estude.
– Você TRAVA quando vai conversar em inglês (seja em qualquer situação).

Se identificou?

Pois bem, eu vou te falar os prováveis porquês disso:

1. Você não “adotou” o inglês na sua vida. Seu celular e suas redes sociais estão em português.
2. Você insiste em assistir filmes e séries dublados.
3. Você acha que listening é “perfumaria”, pois o importante é o speaking.
4. Você acha que os “nativos” falam rápido demais e é desnecessário.

Enfim, os “nativos” vão falar do jeito que falam, como a gente também fala em português, e não há o que se fazer. Se reclamar adiantasse, imagina que maravilha seria o mundo!

Agora, existe também o oposto: tem aquele aluno que é super motivado e se propões a fazer atividades de listening todos os dias, 2 horas por dia. Um sonho! Mas escutar por escutar não é o caminho e numa porcentagem bem grande dos casos esse aluno acaba perdendo a motivação e o listening não progride.

Melhorar seu listening é um processo longo: se você quer um quick-fix (uma solução rápida), pode parar de ler este post agora. Como toda habilidade, o listening é um processo extensivo, ou seja, requer consistência, paciência e o mais importante: persistência, pois é muito fácil ter “iniciativa” e não ter “terminativa”.

Então a receita é: escute inglês todos os dias e PERSISTA, não desista!

Agora vamos para as dicas:

DICA 01 – Tenha sempre material de listening disponível no seu celular. Você pode ter podcasts, áudios dos materiais que você estuda, palestras do TED, enfim, o que você curtir e achar interessante. Sempre que tiver uns “minutos mortos”, aqueles que você tem que ficar sem fazer nada (fila de banco, esperar o café ficar pronto, na hora de fazer número 02 etc), aproveite para fazer seu listening. Deixe as redes sociais de lado, invista tempo em quem importa: você!

DICA 02 – Use o YouTube a seu favor. Isso mesmo, aprenda sobre coisas do seu interesse (moda, esportes, carros, culinária, horóscopo etc.) assistindo vídeos em inglês. No início você vai ver que é complicado, que usam vocabulário muito específico, mas o quanto mais você for assistindo, mais esse vocabulário vai se repetindo e você vai internalizando. E é claro que muitos dos vídeos contam com o apoio da legenda (em inglês, por favor, senão nem começa) que vai ajudar um monte!

DICA 03 – Revisite o material. Um erro beeeem comum entre os estudantes de inglês é achar que escutar um áudio somente uma vez é o suficiente. Não é não, pois nós estamos focados somente na compreensão do material e não no estudo do conteúdo em si. Se tiver o roteiro do áudio, melhor ainda. Você pode parar, analisar a frase, analisar a pronúncia e aprofundar-se no conteúdo. Ficar “flutuando” no idioma não leva ninguém à fluência. Sentar e estudar seriamente sim.

 

==> CURSO DE LISTENING DO ESPRESSO ENGLISH

 

DICA 04 – Saiba seu nível. Parece meio básico sugerir isso, mas tem aluno básico que vai ligar a TV no noticiário da CNN e depois vai ficar frustrado pois não entendeu nada. Claro que não entendeu: você tem que focar a prática do listening dentro do seu nível linguístico. Se for básico, faça listening desse nível exaustivamente, repetidamente, vai, domina e vence!

DICA 05 – Work hard! Sempre digo que a gente conseguimos ser fluentes em qualquer idioma morando no Brasil se trabalharmos duro (não, você não vai aprender nada dormindo!). Por isso eu vou propor uma atividade para a qual MUITA gente torce o nariz: o ditado. Isso mesmo, essa prática jurássica tem benefícios enormes tanto para o listening, quanto para vocabulário, escrita e gramática. Escolha um texto com o qual você já trabalhou, abre seu caderninho ou editor de texto, escuta e escreve. Se ficar faltando um pedacinho (acredite, vai ficar faltando um pedacinho), dá uma descansada e volta pra fazer novamente. Isso exige esforço e sem esforço ninguém fica fluente.

 

Pra terminar eu só quero dizer que para você melhorar seu listening é melhor você começar a estudar a pronúncia também, pois se você reconhece os sons e as ligações entre palavras – tudo isso aliado ao vocabulário e estrutura – seu listening dá uma turbinada violenta, trust me!

Fico por aqui and remember: work hard!

 

RECEBA DICAS GRÁTIS

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Deixe seu Comentário

Adir Ferreira © Todos os Direitos Reservados - 2014 | Desenvolvido por Blueberry - Soluções Digitais