Dica de aprendizado: Trabalhando com Diálogos

Já baixou seu e-book “Fluente para Sempre” com dicas NINJA pra dar uma turbinada no seu inglês ainda hoje? Clique abaixo e bons estudos!

Olha, vou desabafar um negócio aqui.

Na minha adolescência estive exatamente 02 anos em escolas de idiomas, aos 14 e aos 16 anos. O resto corri atrás sozinho mesmo. Naquela época havia um monopólio das escolas de não disponibilizarem o áudio dos cursos para os alunos, pois as fitas k7 custavam muito caro e tinha professor picareta que xerocava livro e dava aula em casa usando o material da escola e bla bla bla.

Enfim, meu contato com o inglês real era com os filmes em VHS, colocando fita crepe na legenda pra poder treinar a audição, esse tipo de coisa (pensa que foi fácil?).

Hoje em dia a maioria dos livros didáticos vêm com pelos menos alguns diálogos em CD/CD-Rom e, sem ser hipócrita, também podemos conseguir os áudios, livros, workbooks, etc., em alguns sites especializados em downloads de materiais para ensino e aprendizado de idiomas.

Eis o ponto que eu quero chegar: os diálogos dos livros! Ah, se eu tivesse tido esse tipo de material na minha época!

Agora você, aluno de curso regular em escola de idiomas que têm o material extra no CD/CD-Rom, pode melhorar ainda mais seu inglês sem gastar um centavo utilizando algumas técnicas.

Suponhamos que você viu na aula hoje aquele diálogo entre o Jack e a Mary que estão num supermercado e não se veem há muito tempo, um pergunta da vida do outro, etc. Seu professor trabalhou o diálogo com vocês na sala de aula e tal, fez pre-listening activities, trabalhou vocabulário, pronúncia e fez até um pequeno bate-papo depois.

Agora minha pergunta é: você se sente capaz de dizer que aprendeu 100% do diálogo? Você saberia ouvir e transcrevê-lo corretamente?

Aqui vão algumas dicas para revisar os diálogos em casa:

Transcrição. Ouça o diálogo novamente, pause e transcreva-o. Isso melhorará sua escrita, audição e também sua pronúncia.

Tradução. Traduza o diálogo para o português, dá uma voltinha, vai comer alguma coisa e depois volta e traduz de volta para o inglês. Essa prática melhora horrores seu vocabulário, sua estrutura (gramática) e sua escrita. Para conferir, você pode ouvir o diálogo novamente, sem escrever nada, e depois tentar lembrar onde estão os erros.

Reprodução. Escreva as falas do diálogo colocando somente os pronomes, substantivos e verbos. Veja um exemplo:

Jack: I didn’t know you had gotten married! –> I / not know / you / get married !

Pronúncia. Ouça o diálogo bastantes vezes. Sério, muitas vezes. Não pense que dominou ouvindo duas ou três vezes. No Windows Media Player você consegue diminuir a velocidade do áudio. Preste atenção aos sons que você acha complicado, as ligações entre as palavras, a entonação, etc. Depois de estar acostumado com o diálogo, desafie-se a fazer o papel de um dos locutores ao responder na mesma velocidade. É claro que no início você vai ter dificuldade, mas tem que continuar tentando.

Repetição. Tente memorizar as falas do diálogo. Isso mesmo, use  a look-up technique (Interchange, Cambridge): leia a frase, memorize-a, levante a cabeça e fale. Pense no sentido da frase que você está falando pois esta técnica é extremamente útil para a fluência.

Escrita. Se você já estiver num nível intermediário pode reescrever o diálogo no Reported Speech (Discurso Indireto) ou até mesmo uma pequena narração contando a história do que aconteceu.

É fato: as escolas de idiomas têm programas para cumprir por várias razões e é você quem tem que correr atrás do prejuízo, lembra disso porque o interesse é só seu. Tenho certeza de que você vem ao meu blog pois quer sair do nível que está e melhorar seu inglês, right? Então, deixa seu comentário aí em baixo e conta pra mim e pros leitores do blog o que você faz pra estudar em casa, tenho certeza de que haverá dicas incríveis de gente muito competente.

Um abraço grande!

RECEBA DICAS GRÁTIS

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Deixe seu Comentário

Adir Ferreira © Todos os Direitos Reservados - 2014 | Desenvolvido por Blueberry - Soluções Digitais