Como Turbinar Seu Vocabulário Com A Leitura – 05 Dicas Ninjas!

Já baixou seu e-book “Fluente para Sempre” com dicas NINJA pra dar uma turbinada no seu inglês ainda hoje? Clique abaixo e bons estudos!

Hello, everyone,

No tópico de hoje eu vou compartilhar a minha experiência pessoal sobre a aquisição de vocabulário através da leitura e como eu desenvolvi o hábito de ler livros em inglês.

Se eu dissesse que a leitura não era o meu passatempo favorito e que eu não era um ávido leitor, você acreditaria nisso?

Segue como tudo começou!

Eu não recordo a data exata quando a minha mãe me deu o meu primeiro livro, acredito que foi quando eu tinha uns oito anos ou mais. O que ela me deu na verdade não foi exatamente um livro como, por exemplo, um livro de conto de fadas que os pais geralmente dão para os seus filhos, em vez disso, ela me deu uma revistinha da Turma da Mônica (gibis/quadrinhos). Na ocasião, eu confesso que fiquei surpreso por ter ganhado um gibi da Turma da Mônica, principalmente pelo fato de ser uma criança eu esperava receber um brinquedo e não uma revistinha. Quem tem filhos sabe disso, não é verdade?

No primeiro instante eu realmente não curti a revistinha e deixei-a de lado. Naquela época, eu apenas recordo que o que me chamou de fato a minha atenção foram as imagens da capa da revistinha, as imagens eram bastante chamativas para os olhos de uma criança, acredito que por este motivo eu resolvi dar uma segunda chance e no dia seguinte comecei a ler a historinha. Logo após eu ter terminado de ler a revistinha eu achei super interessante e fiquei contente de ter conseguido ler, eu adorei a minha primeira leitura e eu já queria ler outras.

E por que eu queria ler mais revistinhas?

A única resposta que eu encontrei para isso foi a seguinte: O “prazer de ler” histórias interessantes, descobrir coisas novas, personagens, a trama e também por que eu mergulhava nas aventuras das historinhas, às vezes, você pode até se relacionar com os personagens ou a situação que está envolvida, super-heróis, por exemplo, é um caso comum que cada criança se relaciona, quem nunca, não é mesmo?

Conclusão: O meu primeiro contato com as histórias em quadrinhos ajudou a desenvolver o hábito de leitura de livros que eu tenho hoje!

E o que isso tem a ver com inglês? Tem tudo a ver! Eu adotei a mesma atitude e técnica que tive em português para o inglês. Vejamos!

Primeiramente, como ler em outro idioma, se você é iniciante? Ou ainda, como desenvolver o hábito de ler livros em inglês? Sem sombra de dúvida é muito mais fácil ler livros em nossa própria língua do que em outra, mas quem disse que você não pode ler livros em inglês ou que é impossível para você?

Alguns estudantes acreditam que eles não conseguem ler livros em inglês, eles costumam dizer que a leitura de livros de inglês são extremamente difíceis e chata, longe disso! Eu admito, eu costumava pensar dessa maneira também, achava que era impossível ler um livro em inglês porque não conseguia entender nada devido à dificuldade do vocabulário contido no livro.

Essa questão da dificuldade eu vou abordar mais adiante. Com muita determinação, motivação e perseverança eu comecei a encarar os livros de inglês não como inimigos, mas como os meus melhores amigos. Hoje, posso afirmar que foi a melhor atitude que eu tive. Todas as vezes que eu termino um livro eu já quero ler outro, em outras palavras, eu acabei me tornando um ávido leitor.

Seguem alguns passos que podem ajudar você a começar a ler livros em inglês.

1º – Primeira dica importante para quem está começando a ler livros em inglês é sempre manter um dicionário bilíngue ao seu alcance para aprender as palavras desconhecidas. Outra dica, não pare a todo o momento para descobrir o significado das palavras novas, apenas faça isso se ela for uma palavra chave na sentença e você precisa realmente saber o seu significado naquele momento, caso contrário, sublinhe as palavras desconhecidas e procure os seus significados ao final de cada capitulo.

Se você estiver parando muito para procurar o significado das palavras provavelmente o livro não é apropriado para o seu nível, isso só é válido apenas para quem é iniciante mesmo e está começando a aprender inglês agora (este ponto é abordado mais adiante), ou seja, interromper o flow da leitura só é importante se realmente a palavra ou expressão desconhecida atrapalhar a compreensão da sentença toda, caso contrário, continue lendo.

Para contribuir ainda mais na aquisição do seu vocabulário, mantenha sempre o seu caderno de palavras e expressões em dia, revise as expressões/palavras que você aprendeu regularmente e crie sentenças novas usando as que você já aprendeu para internaliza-las mais facilmente.

2º – Aqui está um bom ponto de partida para começar a sua leitura em inglês: “Graded Readers”, esses livros são mais simples, curtos e simplificados tornando a leitura bem mais fácil principalmente para iniciantes com o Easystart. Eles têm um conjunto de livros que vai do “EasyStart ao nível 6”. Na medida em que você se familiariza com o vocabulário de cada level você pode tentar um level acima, mas não se preocupe em ler um livro acima do seu nível, se você tentar acelerar as coisas pode acabar se frustrando, vá com calma!

Veja a classificação dos “Graded Readers”:

– Easystarts: Possuem apenas 200 verbetes. Ideal para quem está começando agora.
– Level 1 (Beginner) = 300 verbetes
– Level 2 (Elementary) = 600 verbetes
– Level 3 (Pre-intermediate) = 1200 verbetes
– Level 4 (Intermediate) = 1700 verbetes
– Level 5 (Upper Intermediate) = 2300 verbetes
– Level 6 (Avanced) = 3000 headwords verbetes

Para mais detalhes você pode dar uma olhada no site deles: Penguin Readers. Uma vez lá, você pode até fazer um teste de nível para saber qual é o mais apropriado para você.

3º – Livros infantis também é uma excelente opção, pois esses livros possuem um vocabulário de fácil compreensão. No meu caso em particular eu comecei a ler a série “Goosebumps”, esses livros foram os meus primeiros que eu li e me ajudaram muito a adquirir vocabulário, eu ainda adoro ler eles.

Um colega dos Estados Unidos sabendo que eu gostava de gibis me recomendou ler “Archie” que são revistinhas semelhantes ao da Turma da Mônica, eu adorei ler as histórias do Archie, são excelentes e bastante coloquiais, vale a pena e você dá muita risada. Para quem gosta de quadrinhos de super-heróis pode ser uma boa ler em inglês, porem, não indico para iniciantes devido ao uso constante de gírias e o vocabulário coloquial.

4º – Se você não quiser ler “Graded Readers” ou “Livros infantis” e quer começar a ler outro tipo de livro em inglês, então você pode tentar identificar quais livros (gêneros) você mais gosta. Se você não tiver ideia de qual tipo de gênero escolher, então você pode fazer isso com base em seus filmes favoritos, qual o tipo de filme você mais gosta? Romance, Ficção Científica, Aventura?

Outra boa opção é ler livros que você leu anteriormente em Português pelo menos duas vezes, uma vez que você já leu em Português pode facilitar a sua compreensão em inglês, pois você já está familiarizado com a trama e os personagens.

5º – Dica fundamental! Não continue lendo um livro que você achar muito difícil, chato ou level muito acima, se você fizer isso, você pode perder o seu entusiasmo e, consequentemente o seu interesse na leitura. Alguns estudantes tentam acelerar o processo de aquisição de idioma e acham que sempre o mais difícil é que traz resultados, mas sem a base de aprendizado necessária e acelerar esse processo apenas resulta na maioria das vezes em desistência.

Se o livro não prender a sua atenção, ou se ele é muito chato e difícil, não hesite em deixa-lo de lado e tentar outro que pode lhe dar mais satisfação, portanto, se você não conseguir ler um livro acima do seu nível, não tenha receio em parar a sua leitura, lembre-se: “Comprehensible input” vai fazer maravilhas para a sua aquisição do idioma, quanto mais prazer e compreensão você tiver na leitura, mais conhecimento adquirido.

6º – Para ter sucesso na sua leitura e aquisição de vocabulário você precisa de silêncio. Localize um bom lugar para ler seus livros sem interrupção e livre de barulho e faça isso regularmente, mesmo que seja por apenas 10 ou 15 minutos diários. Quando eu comecei a ler livros em inglês eu lia próximo das minhas filhas e com a TV ligada o que acabou sendo uma perda de tempo. Eu tive que encontrar um lugar calmo e confortável para ler, eu costumo fazer isso no meu escritório ou quando vou para a cama.

A prática da leitura diária é extremamente importante e fundamental para aquisição do seu vocabulário. Se você não está convencido ainda dos benefícios da leitura, então, segue abaixo um texto do meu amigo Warren dos Estados Unidos já traduzido para o português.

“Os benefícios da leitura = mais linguagem. (Eu diria também, mais conhecimento.) Os alunos sempre perguntam sobre assistir televisão ou filmes, eles podem ser úteis, mas não tanto quanto a leitura (ou outros tipos de listening) A leitura possui uma vantagem significante para o desenvolvimento do aprendizado do idioma. E você sabe o por quê? A leitura é rica em linguagem.

Isso pode parecer óbvio, talvez até mesmo uma declaração insignificante. Mas pare um pouco para pensar sobre isso. Quando assistimos a um filme ou um programa de televisão, nós ouvimos o diálogo (a conversa entre os personagens). Nós vemos o local e a ação que está sendo realizada. A única linguagem que ouvimos é o que os personagens dizem um ao outro.

Mas quando lemos um livro ou uma história, nós lemos o diálogo e toda a descrição que o escritor coloca sobre a localização e a ação que está ocorrendo a trama. Com base nisso, nós recebemos mais informação, mais linguagem – mais input compreensível do que quando nós assistimos a um filme ou um programa de televisão.

Pense da seguinte maneira. Quando assistimos a um filme ou um programa de televisão, é como se estivéssemos apenas fazendo um lanchinho. Quando lemos, é como se estivéssemos tendo uma refeição completa mais a sobremesa!”.

Fantástico, não é mesmo?

Veja agora mais informações interessantes sobre a leitura que eu traduzi para vocês com base no “81 Generalizations about Free Voluntary Reading” escrito pelo linguista Stephen Krashen.

– SSR (Sustained Silent Reading/Leitura silenciosa prolongada) ajuda ambos os idiomas, o primeiro (materno) e o segundo que você está aprendendo.
– Aqueles que leem mais leem melhor.
– Aqueles que leem mais escrevem melhor.
– Aqueles que leem mais possuem um vocabulário melhor.
– Aqueles que leem mais conseguem melhores notas nos exames de proficiência como o TOEFL (Teste de Inglês como Língua Estrangeira)
– Alunos do ensino médio que leem mais historias em quadrinhos apresentam um interesse maior pela leitura no geral. (Aqui é o meu próprio caso das revistinhas da Turma da Monica em português e Archie/Goosebumps em inglês.)

Pense nisso, tornar-se um leitor ávido e voraz leva tempo, porém, isso não acontece da noite para o dia, mas se você adquirir o hábito da leitura você vai ver grandes benefícios para o seu inglês, assim como ele vai fazer maravilhas para a sua aquisição do idioma.

Por hoje é só pessoal. Boa leitura e sucessos na sua aquisição de vocabulário.

Sobre o autor

Marcelo Mendes de Melo é, na maior parte do tempo, um autodidata do inglês que adora games e conversar em inglês com nativos. Há 6 anos ele se dedica ao aprendizado do idioma e suas ferramentas preferidas são podcasts, seriados, livros e sites de dicas. Você pode entrar em contato com o Marcelo pelo Twitter dele @engforpleasure.

avid-reader-student

RECEBA DICAS GRÁTIS

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Deixe seu Comentário

Adir Ferreira © Todos os Direitos Reservados - 2014 | Desenvolvido por Blueberry - Soluções Digitais